Perguntas Frequentes

1)Por que mudamos para a dietoterapia?

Alguns de nossos pugs começaram a apresentar problemas digestivos sérios na idade madura. Alguns deles se foram, devido ao quadro. Depois de iniciada a dietoterapia, tivemos a cura completa de dois pugs, com desaparecimento dos sintomas e normalização dos exames laboratoriais. Resolvemos então estender o benefício a todos os nossos cães.

2)Essa é uma dieta testada?

Nossos vinte pugs são alimentados com a dietoterapia desde outubro de 2011, com melhora significativa da saúde de todos.

3)O que esperar de um cão alimentado com a dietoterapia?

- Fezes moldadas e sem cheiro.
- Pele saudável, com regressão dos quadros alérgicos.
- Ouvidos limpos.
- Urina clara, abundante e sem cheiro, com diminuição significativa de doenças do trato urinário.
- Aumento da disposição geral e da alegria na hora da comida.
- Maior sobrevida nos animais idosos, com qualidade de vida.
- Menor incidência de doenças e maior capacidade de recuperação, quando elas acontecem.
- Dentes mais limpos, com desaparecimento do mau hálito.
- Normalização do sobrepeso.

4) Meu cão vai ter uma comida balanceada? Como saber se ele está comendo corretamente?

Sim, a comida é balanceada, e ele terá todas as suas necessidades nutricionais atendidas. De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, temos os Cinco Sabores (Ácido, Amargo, Doce, Picante e Salgado) e as Cinco Cores (Verde, Vermelho, Amarelo, Branco e Preto). Para obter o equilíbrio, devemos (nós e os cães) comer das Cinco Cores e Cinco Sabores contidos nos alimentos de forma moderada. O abuso de determinados alimentos, em detrimento de outros, causa desequilíbrio e, com o tempo, a doença.

5) É melhor usar alimentos crus ou cozidos?

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa os alimentos podem ser servidos crus ou cozidos. De uma forma geral, a forma cozida nos trouxe mais benefícios como, por exemplo, uma melhor digestibilidade.

6) Posso dar minha comida para o meu cachorro?

Não, nós comemos conservantes e muito mais sal, gordura e temperos do que precisamos. A comida deve ser balanceada especificamente para o cão, contendo tudo em pequenas quantidades.

7) Qual a vantagem da dietoterapia sobre a ração seca super premium?

Tudo o que é natural é melhor, por ser mais rico em nutrientes, sem conter corantes, ou conservantes. Temos a garantia de saber exatamente a origem dos ingredientes, todos frescos e de qualidade, jamais utilizando subprodutos para as fontes de proteína (carnes). Nós somos o que comemos, assim como todos os seres vivos.

8) Por que essa alimentação é chamada de dietoterapia? Em que foi baseada a formulação da dieta?

A dieta foi baseada nos princípios da Medicina Tradicional Chinesa, que se utiliza dos alimentos como recurso terapêutico.

9) Quais foram as fontes consultadas para a elaboração da dieta? As principais foram:

CHERYL SCHWARTZ – Quatro patas, cinco direções: um guia de Medicina Chinesa para Cães e Gatos. São Paulo: Editora Ícone, 2008.
SONIA HIRSCH – O manual do Herói ou a filosofia chinesa na cozinha. São Paulo: Corre Cotia, 2001.
EDUARDO LOBO JUNIOR – Acupuntura na prática clínica veterinária. São Paulo: Interbook, 2012.
MAURO PERINI – Terapia Dietética Chinesa. São Paulo: Edições Loyola, 2003.

Nosso veterinário, Dr. William Costa Estellai, pós-graduado em acupuntura veterinária e medicina tradicional chinesa, poderá ajudar no esclarecimento das dúvidas ainda existentes, pelo endereço de e-mail.

Dúvidas sobre a dietoterapia?

Pergunte ao nosso veterinário vet.nabucopugs@gmail.com